Área de Associados

CLASSE+ Janelas

Em 2013, a Etiqueta Energética de Janelas surgiu no âmbito do Sistema de Etiquetagem Energética de Produtos (SEEP). Agora, em 2018, foi alvo de um processo de renovação, passando a ter um modelo mais dirigido para os clientes finais, mais ágil para as empresas e mais sustentável para o mercado. Surge assim uma nova marca e imagem para a etiqueta energética de janelas: «CLASSE+. A eficiência tem classe».

 

A etiqueta energética de janelas é uma nova forma, mais fácil, dos consumidores saberem quais as janelas mais eficientes com que poderão poupar energia e ganhar em conforto. Tudo isto usando a escala de cores que já nos é familiar de “F” (menos eficiente) a “A+” (mais eficiente) e com a inclusão de pictogramas que tornam mais claro o que significa cada parâmetro. Evita-se assim que as pessoas tenham de lidar apenas com um “jargão técnico” que não é facilmente entendível para a maior parte dos consumidores.

A etiqueta é também uma forma de assegurar a responsabilização das empresas, pois está sujeita a um processo de verificação de qualidade da informação que nela consta, actuando como um instrumento de vigilância do mercado. Para as empresas aderentes à nova etiqueta energética CLASSE+, esta pode ser um instrumento de credibilização da sua oferta, capaz de reforçar a confiança dos consumidores e assim potenciar o investimento em soluções devidamente etiquetadas.

Para todos aqueles que estão ligados ao sector das janelas, existe uma área de «Perguntas & Respostas» que a ADENE – Agência para a Energia preparou para esclarecer o que mudou na etiquetagem energética de janelas para as empresas.

1) Porquê esta mudança na etiqueta energética de janelas?

Após 4 anos de experiência, chegou o momento da etiqueta entrar numa nova fase de afirmação, enquanto ferramenta de promoção da eficiência energética. Para isso, mudaram-se as regras do sistema de etiquetagem de modo a que este passe a funcionar num modelo mais dirigido ao cliente final e mais sustentável, com um forte envolvimento da indústria do Sector das Janelas.

2) Quais são as principais mudanças?

Muda a forma de emitir etiquetas (agora integrada com os softwares de negócio); muda a marca (acaba a marca SEEP, surge a marca CLASSE+); muda a etiqueta (mais clara e próxima do cliente final); muda a forma de adesão (mediante a subscrição de planos anuais), entre outras coisas. Com estas mudanças, a etiqueta energética de janelas irá afirmar-se como um padrão de mercado e uma referência para sistemas de incentivos e para regulamentos técnicos em Portugal. 

3) Preciso de fazer algo para continuar aderente e emitir etiquetas?

Sim. A partir de 1 de Janeiro de 2018 só são aderentes as empresas que tenham subscrito um dos planos de adesão estabelecidos para o efeito. Se não o fizer, não poderá emitir etiquetas e também não poderá usar a marca e/ou a etiqueta energética na sua promoção comercial.

4) Como faço para aderir?

Basta aceder ao Portal CLASSE+, www.classemais.pt, na área de empresas e preencher o formulário on-line disponível para o efeito. Após confirmação do pagamento do plano escolhido e validação da informação preenchida, serão atribuídas as credenciais de acesso para poder emitir as etiquetas e poder usar a nova marca (se o plano a que aderiu o permitir). Em alternativa à adesão on-line, pode sempre contactar a ADENE – Agência para a Energia através de classemais@adene.pt ou pelo telefone 21 472 28 00.

 

Foram 19 as empresas que aderiram, desde a primeira hora, à etiquetagem energética de janelas, afirmando-se assim como empresas CLASSE+, empenhadas na inovação de produtos eficientes, na promoção da eficiência energética e na protecção do ambiente. Estas empresas pioneiras serão as primeiras a mostrar que… “a eficiência tem classe”.

Lista de empresas aderentes associadas da ANFAJE (por ordem alfabética): Alunik, BenePVC, Caixiave, Caixilour, Carvalho&Mota, Cidade PVC, Eurocaixilho, My Window, Kommerling, Rehau, Reynaers, Salamander, SAPA, TAFE, Tagus PVC e VEKA.

5) De que forma foi agilizada a emissão das etiquetas?

A plataforma SEEP Janelas pode agora integrar com os softwares de negócio usados pelas empresas na sua actividade habitual (PrefSuite, Gesfácil, Opera, Hetmo, ReynaPro, etc.), não sendo assim já necessário aceder paralelamente à plataforma da etiqueta e lá preencher os dados de cada janela. Desta forma, tudo pode estar à distância de um clique, desde o cálculo e inclusão da classe energética nos orçamentos até à emissão das etiquetas finais das janelas fabricadas. Contacte o seu fornecedor de software para que ele lhe disponibilize essa opção.

6) Que outras opções existem para emitir etiquetas de forma ágil?

Além da integração com softwares de gestão de negócio, existirá também a opção de emitir etiquetas em lotes (mediante simples upload de um ficheiro MS Excel na plataforma, que devolve depois as etiquetas já feitas e em lote) e a possibilidade de utilizar etiquetas pré-impressas para afixação no caixilho. Ambas as opções estarão disponíveis em breve.

7) A marca SEEP deixa de existir?

Sim, a marca original SEEP é substituída pela marca CLASSE+ que passará a estar associada à etiquetagem energética de janelas. Mais distintiva e próxima do cliente final, a nova marca vem afirmar toda a mudança que se operou a partir de 2018. De notar que só as empresas aderentes poderão usar a nova marca e apenas se as condições específicas do plano a que aderiram assim o permitir. A marca original SEEP desaparece e não poderá ser mais utilizada em materiais promocionais ou em quais elementos de comunicação.

8) De que forma vai mudar o aspecto da etiqueta energética?

O design da etiqueta também foi revisto para a tornar mais clara e perceptível para o cliente final, mediante o uso de escalas e pictogramas para alguns dos parâmetros numéricos. Isto vem também facilitar o uso da etiqueta como instrumento de comunicação pelas empresas, na sua interacção com os clientes. Foi também criada a classe "A+", para permitir maior distinção entre produtos. A nova etiqueta passará a ser emitida no final do primeiro trimestre de 2018.

9) Os instaladores formados nos cursos SEEP Instaladores perdem a sua qualificação?

Não, os mais de 250 instaladores formados ao longo dos últimos anos pela Academia ADENE mantêm as suas qualificações e vêm reforçado o seu papel, por exemplo, na pontuação de mérito de candidaturas apresentadas a sistemas de incentivos. Importa recordar que os formandos que completaram o curso podem e devem pedir o certificado CERTIF de instalador de janelas eficientes, pois este poderá ser condição para pleno usufruto dos benefícios de ser instalador formado.

10) Ainda assim, tenho dúvidas. O que fazer?

Contacte a ADENE - Agência para a Energia através de classemais@adene.pt ou pelo telefone 21 472 28 00 ou a ANFAJE através de janelaseficientes@anfaje.pt ou pelo telefone 21 445 70 70.

 



Ao optar por um produto com etiqueta CLASSE+, o cliente final fica a saber quais as características de desempenho energético do produto que pretende adquirir e pode assim compará-lo com produtos da mesma família. Deste modo, fica na posse de informação clara que facilita o seu processo de decisão e lhe permite escolher produtos mais eficientes que permitem reduzir o consumo energético da sua casa.

Esta informação fica ainda acessível aos peritos qualificados responsáveis pela emissão dos certificados energéticos dos edifícios, podendo assim ser facilmente considerada para efeitos de classificação energética do imóvel.
 
Optar por produtos com etiqueta energética CLASSE+ traduz-se em benefícios associados à:
     - escolha consciente de produtos energeticamente mais eficientes;

    - melhoria do desempenho energético da sua habitação;

    - redução da factura energética da sua habitação;

    - disponibilização de informação exclusiva sobre o produto adquirido;

    - rigor e controlo de qualidade dos produtos etiquetados.

Assim, o cliente final deve optar sempre por empresas aderentes ao CLASSE+ e exigir a etiqueta energética. É possível pesquisar pelas empresas aderentes (clique aqui) e por profissionais formados (clique aqui).


MAIS INFO: www.classemais.pt