Área de Associados

Qualidade

 

A ANFAJE está comprometida com o aumento da Qualidade dos produtos e dos serviços prestados por todas as empresas portuguesas do sector das janelas e fachadas leves.

Por esse motivo, a ANFAJE está empenhada na partilha de novos valores e atitudes que favoreçam a adopção e introdução nas empresas portuguesas do sector das janelas e das fachadas leves dos princípios da gestão pela Qualidade.

Novos valores e atitudes que adoptem objectivos de cumprimento de requisitos da gestão pela Qualidade, nomeadamente:


1. TOTAL SATISFAÇÃO DOS CLIENTES

As empresas precisam prever as necessidades e superar as expectativas dos seus clientes. A gestão pela Qualidade assegura a satisfação de todos os que fazem parte dos diversos processos da empresa: clientes externos e internos, directos e indirectos, parceiros e colaboradores.


2. GESTÃO PARTICIPATIVA

As empresas precisam criar e desenvolver uma cultura de participação dos seus colaboradores para uma melhor gestão dos processos produtivos. A participação dos colaboradores das empresas fortalece as decisões, mobiliza forças e gera  compromissos de todos com os objectivos e resultados de cada uma das empresas. Por outro lado, uma gestão participativa gera o sentido e assumpção de uma cultura de responsabilidade. O principal objectivo de uma gestão participativa é conseguir o “efeito sinergia”, onde o todo é maior do que a soma das partes.


3. OBJECTIVOS QUE GERAM COMPROMISSO

As empresas, ao adoptarem uma gestão participativa dos seus colaboradores, introduzem novos valores, os quais têm de ter em conta a cultura existente em cada organização. Como este processo pode ser lento e gradual, este deve basear-se na introdução de novos objectivos e princípios que devem ser repetidos e reforçados, estimulados constantemente pela sua prática, até que a mudança desejada se torne irreversível. A mudança constante exige persistência e continuidade.



4. MELHORIA E APERFEIÇOAMENTO CONTÍNUA

As empresas estão confrontadas com um permanente avanço tecnológico, o qual introduz constante mudança nas necessidades dos clientes e no modo de produzir e instalar janelas e fachadas leves. Acompanhar e até mesmo antecipar as mudanças que ocorrem na sociedade [com a contínua melhoria e aperfeiçoamento de processos] é uma forma de garantir a sustentabilidade da actividade de cada uma das empresas, ao mesmo tempo que permite descobrir e aproveitar novas oportunidades de negócios.


5. APOSTA NO DESENVOLVIMENTO DOS COLABORADORES

As empresas necessitam aumentar a sua produtividade, garantir o seu permanente crescimento para assegurar a sua sustentabilidade nas condições exigentes do mercado. Por esse motivo, é fundamental uma aposta permanente no desenvolvimento profissional dos respectivos colaboradores, conciliando o reforço das qualificações para um melhor cumprimento de cada função e tarefas.

Uma permanente aposta no desenvolvimento dos colaboradores das empresas, permite reforçar o espírito de colaboração e de iniciativa.



6. DELEGAÇÃO

As empresas devem incentivar e reforçar o sentido da responsabilidade dos seus colaboradores. Através da delegação de tarefas, a empresa pode atingir melhores resultados já que o melhor controle é aquele que resulta da responsabilidade atribuída a cada um. Uma gestão participativa aposta permanentemente na delegação de tarefas, desde que adequadas ao nível de competência e qualificação de cada colaborador.


7. GARANTIA DA QUALIDADE

Para garantir a base da Qualidade, uma empresa tem de apostar no planeamento e na sistematização [formalização] de processos. Esta formalização dos processos estrutura-se na produção de documentação escrita, que deve ser de fácil acesso e permitir identificar o caminho percorrido.


8. NÃO-ACEITAÇÃO DE ERROS

O padrão de desempenho desejável de uma empresa apostada na Qualidade deve ser o de “Zero Defeitos, Zero Erros”. Este princípio deve ser incorporado no dia-a-dia de cada empresa, devendo ser incorporado em cada colaborador no desempenho das suas actividades.


9. GESTÃO DOS PROCESSOS

A gestão dos processos, aliada ao conceito de cadeia de valor entre cliente-fornecedor, faz cair as barreiras entre as diversas áreas de cada empresa, elimina feudos e promove a integração de todos os colaboradores.



10. DISSEMINAÇÃO DA INFORMAÇÃO

A implantação da gestão da Qualidade implica a transparência no fluxo de informações dentro da empresa. Todos os colaboradores de cada empresa devem entender qual é o negócio, a missão, os principais objectivos e planos de cada empresa.